Descomplicando a vida das mães.

“Ser mãe é padecer no Paraíso” , mas quem disse que precisamos passar por tudo sozinhas?

Este final de semana teve mais um grupo de mães potentes e incríveis participando da terapia em grupo no meu consultório. Pra quem não me conhece, me chamo Cíntia Aleixo e sou Psicóloga Perinatal.

Um grupo de mulheres que se entregaram, se fortaleceram, distribuíram afetos, cuidados, palavras, se conectaram, dividiram experiências, expectativas, frustrações, casos clínicos , se aconselharam, observaram, choraram e certamente retornaram para suas casas mais esclarecidas sobre seus conflitos e angústias, sentimentos que, muitas vezes, acompanham a Maternidade.

Mais do que isso tudo citado acima, essas mães conheceram novas histórias de vidas que são semelhantes às delas, umas mais pesadas, outras mais leves e em cada relato surgia uma oportunidade de se reavaliar, repensar, reconstruir suas próprias histórias.

Elas perceberam que não estão sozinhas, que não fogem à normalidade e naturalidade dos processos mentais e emocionais que os próprios hormônios causam a essa mulher que se torna mãe e todas as mudanças que acontecem fisicamente e emocionalmente.

Descomplicar a maternidade é falar sobre isso com quem também vive este momento.

A conversa e a troca trás a essa mulher o esclarecimento de que ela vive o que também é vivido por outra pessoa, e que este processo transformador pode ser um presente na vida de qualquer mãe que está disposta a se reinventar e evoluir.

Portanto, pertencer a um grupo de troca com outras mães é como você ter uma mão pra segurar a sua nos momentos de dúvidas, de solidão, de aflição e até mesmo de culpa.

Busque um grupo que te sirva de apoio!

Pode ser um grupo de mães da escola dos filhos, grupo online, grupo da pracinha, grupo de mães do play, grupo terapêutico, mães da família, enfim, um lugar que você sinta QUE NÃO ESTÁ SOZINHA!

Esta troca descomplica a sua maternidade!

Não tenha dúvidas disso!

Força e Luz pra vocês.

 

Cintia Aleixo

Psicóloga Perinatal

@possibilidadesmaternas

 

 




Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *