Entreter não é minha missão!

Afinal, entreter os filhos é nossa missão ou não?

Alexandre Bisker. @paidecinco

Tomei uma decisão e estou preparando o discurso para me demitir da função de diretor de filmagem.

Daqueles que tem de cuidar de tudo e todos e fazer a engrenagem funcionar.

Sempre me sinto como um diretor ao ter como missão deixar os meus filhos entretidos em tudo. Durante todo o dia.

Chega!

Eu quero que eles se aborreçam. Eu quero que eles tenham tempo livre para imaginar e criarem algo por si só.

Mas depois de ter cada minuto do seu dia totalmente estruturado, a transição para a liberdade nem sempre é fácil.

Eu definitivamente não vou ganhar o prêmio “melhor pai” com esta postagem. Podendo até parecer que contrario diversas coisas que já escrevi anteriormente no meu blog.

No entanto, temo que esteja me dirigindo por um declive escorregadio e preciso começar a falar sobre isso. Por algum motivo, nós, como pais, temos essa estranha crença de que é nosso trabalho entreter nossos filhos, O tempo todo.

No caso de você não estar convencido… Sinta-se à vontade para olhar em outros perfis do Instagram ou visitar um dos incríveis blogs com atividades para crianças.


Mas eu também sou culpado de girar minhas rodas dia após dia, mostrando as experiências divertidas que tenho com meus filhos… Tudo em nome de ser considerado um “bom pai”.

Sim, queremos que nossos filhos tenham uma infância feliz com uma variedade infinita de experiências.

Mas isso certamente não significa que devo ficar passando o meu tempo criando e envolvendo meus filhos em atividades.

Se o seu objetivo final é o mesmo que o meu (criar os filhos para serem independentes, maduros, que amem e respeitem o próximo), então o “divertido” certamente não é o onde nosso foco deveria estar.

Então, o que podemos fazer?

Saber quais as suas necessidades de alimentação, higiene e banho? Sim.

Ensinar nossos filhos? Sim.

Participar com nossos filhos em jogos? Sim.

Aproveitar os nossos filhos? Sim.

Jogar com nossos filhos? Sim, (mas não a cada minuto do dia!).

Incentivar nossos filhos a pensarem nos outros antes deles? Sim!

Rir, fazer cócegas e beijar nossos doces bebês? CLARO!

Entreter nossos filhos a cada minuto do dia? NÃO!!

O fato é que: Quando colocamos como nossa missão na vida garantir que nossos filhos sejam entretidos e mantenham se divertindo, estamos ensinando-lhes que é isso que a vida é, ou seja, Eles e tão somente ELES!!!

Deixemos as crianças usarem sua imaginação e sua própria criatividade para criar algo divertido de fazer por conta própria!

Ao invés de sair do nosso caminho para encontrar maneiras de entreter nossos filhos, vamos encontrar oportunidades que façam com que eles busquem seus próprios caminhos!

Ou seja, vamos parar com esta obrigação que temos de ficar entretendo nossos filhos?!

O que você acha?




Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *