Exercícios Hipoapressivos: o segredo da barriga chapada.

Karina Lara. @mamicare

Exercícios Hipoapressivos são inovadores, e, quando feito com o auxilio de profissionais, os resultados podem ser incríveis ! Postura, respiração e muita concentração.

As mulheres tem se preocupado cada vez mais com os hábitos de vida saudável e a realização de exercícios para manter o corpo desejado. Durante a gestação essa preocupação aumenta, pois além de manter a forma, a qualidade da gestação influencia no desenvolvimento e crescimento do bebe. Após o parto, assim que acontece a liberação do medico, e iniciada a corrida de volta ao corpo, e a procura pela barriga negativa. Os Exercícios Hipopressivos, criados por um Fisioterapeuta belga, já são um grande sucesso na Europa e estão sendo os queridinhos das mamães brasileiras.

Eles são exercícios posturais sistêmicos associados às técnicas respiratórias, que causam redução da pressão nas cavidades pélvica, abdominal e torácica. Tornaram-se uma excelente escolha para o período pós-parto, pois eles trabalham as principais mudanças que o corpo da mãe sofre durante a gestação. Melhoram as dores nas costas, recuperam a diástase abdominal, fortalecem assoalho pélvico e a musculatura abdominal sem realizar a flexão de tronco e causar o aumento da pressão intra-abdominal, o que não e indicado nesse período.

Dentre outros benefícios estão a redução do perímetro de cintura, aumento do tônus da musculatura abdominal e do assoalho pélvico, prevenção e tratamento de incontinência urinaria, reeducação postural e melhora da função sexual. As mamães podem iniciar os Exercícios Hipopressivos no mínimo 60 dias após o parto. Eles são realizados em sessões de 30 minutos, duas vezes por semana.

Os Hipopressivos podem ser aliados a outras estratégias de saúde e uma alimentação saudável. A concentração durante a execução do exercício e muito importante, além do acompanhamento de um profissional habilitado e que conheça as alterações do corpo gestante.

Quais são os benefícios dos HIPOPRESSIVOS?

  • Redução da diástase abdominal,
  • Diminuição do perímetro de cintura,
  • Fortalecimento do assoalho pélvico,
  • Aumento do tônus da musculatura abdominal,
  • Prevenção e tratamento de incontinência urinaria,
  • Reeducação postural e Diminuição de dor nas costas
  • Melhora da função sexual e muitos outros.

 

 

 




Comments (2)
  1. Leticia Silveira Reply

    Muito Obrigada por trazer esse conteudo muito bem detalhado e explicado para o site! Vou continuar seguindo esse excelente site, obrigada! 😀

  2. Kathusia Pereira Reply

    Caramba muito legal mesmo o conteudo de vocês! Parabéns pelo conteudo bacana, esta perfeito! vou começar a seguir voces, muito obrigada 😀


Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *