Um bicho papão chamado CULPA MATERNA.

Shirley Schneider. @playtime_with_lucca

Ser mãe é conviver com a culpa, que tal descomplicar e deixa-la de lado?

Se você é mãe, sabe muito bem do que eu estou falando: CULPA MATERNA.

Sabe se lá se está ligado aos milhões de novos hormônios malucos que giram em torno de gerir uma nova vida. Só sei que, mesmo que você seja bem “desencanadona” que nem eu, esse bicho aparece de vez em quando.

Talvez esse seja o ponto. Eu sou tranquila até demais. Às vezes, sinto culpa por não sentir tanta culpa.

Mas essa semana, o bicho papão apareceu inusitadamente sem ser convidado. Nunca é. O Lucca começou a ter febre bem alta, sem reduzir. Fui até o Hospital e depois de uma bateria de exames, o diagnóstico. Pneumonia. Serio: De cortar o meu coração. E daí comecei: “Mas e se eu tivesse notado antes o chiado da respiração?”, “Se eu não tivesse tido dor de garganta aquele dia, eu jamais teria passado nada pra ele”. “Se eu tivesse limpado e aspirado melhor o quarto dele,  não haveria poeira”. “Se eu não tivesse mandado ele pra escola, talvez nem tivesse ficado doente”. E por aí vai uma longa lista de “SE´s”. Todos fundamentados em algo que eu poderia ter feito para evitar e não fiz. Depois de a poeira abaixar, pensando melhor, talvez mesmo SE eu tivesse evitado uma dor de garganta (É possível isso?), SE eu tivesse limpado muito melhor a casa, SE eu não tivesse mandado ele pra escola, SE eu tivesse notado o chiado na respiração AINDA ASSIM ele iria ter o mesmo diagnóstico. Porque algumas coisas vão acontecer mesmo com todas as nossas precauções. Porque algumas coisas fogem mesmo da nossa alçada e tudo que foge das nossas mãos, na maioria das vezes nos apavoram.

Culpa, não. Culpa não cura pneumonia. Antibiótico sim. Então pra que ficar levando esses sentimentos tolos conosco?

Espantar esse bicho papão é poder dormir tranquila. Deixar de sentir culpa é algo libertador que nos ajuda a focar no que realmente importa. No meu caso, na cura.

A culpa é a nossa maior inimiga, ela nos impede de acreditar que podemos ser melhor.

Sempre tentaremos reparar uma coisa que aconteceu e, não podemos voltar ao passado, infelizmente.

Então, descomplica e se livra da culpa, ela não te trará bem algum!

Tchau, culpa. Espero não te ver tão cedo novamente.

 

 




Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *